fbpx

Conheça as 12 novas regras do futebol!

Em março desse ano, o Comitê Internacional das Associações de Futebol (Ifab) aprovou a implementação de 12 novas regras para o futebol, que pretendem agilizar o jogo e evitar desperdício de tempo. Elas só começam a valer obrigatoriamente a partir de 1º de junho, quando os torneios na Europa já estarão finalizados.

Mas esse não é o caso do Brasil! A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pediu autorização para que já começasse a aplicar a mudança de regras no Brasileirão, que começou no final de abril. O pedido foi aceito e agora é melhor se manter ligado para não se perder no meio dos jogos.

Mas calma, trouxemos cada alteração detalhada para você. Preparado para tirar onda dominando todas as 12 novas regras do futebol?

1. SUBSTITUIÇÃO DE JOGADORES

O jogador que for substituído deverá sair pelo ponto mais próximo e não precisará mais ir até o meio campo para fazer a substituição. Depois, deve ir direto à área técnica ou ao vestiário para não atrapalhar a partida.

Objetivo: agilizar a substituição e evitar que jogadores tentem ganhar tempo saindo lentamente de jogo.

2. CARA E COROA EM INÍCIO DE JOGO

O ganhador do sorteio no começo da partida agora vai poder escolher se quer a bola ou o campo. Antes, só tinha direito a escolher o campo.

Objetivo: tornar as oportunidade de escolha mais justas. 

3. MÃO NA BOLA

A mão intencional continua sendo falta, essa nova regra vale para quando a bola toca a mão ou o braço do jogador sem querer. Antes esses casos ficavam a critério do juiz, agora serão punidos de acordo com as seguintes situações:

a) quando a bola tocar a mão ou o braço do atacante, mesmo não sendo intencional, e ele marcar o gol;

b) quando o jogador recuperar a posse de bola ou conseguir o controle dela depois de tocá-la com a mão ou o braço, mesmo que sem intenção, e marcar um gol ou criar uma situação de gol para seu time;

c) caso a bola toque a mão ou o braço do jogador quando ele aumenta a área de cobertura de seu corpo de uma maneira que não é natural usando seus braços;

d) se a bola bater na mão ou no braço do jogador e ele estiver com os braços levantados acima da cabeça;

Objetivo: criar critérios mais concretos para que a punição seja igual e justa. 

4. CARTÃO PARA OS TÉCNICOS

A Comissão Técnica poderá ser advertida com cartão, amarelo ou vermelho, assim como acontece com os jogadores. Se quem cometeu a infração não for identificado, o técnico vai ter que assumir o cartão. Antes, o juiz só podia advertir e expulsar a Comissão Técnica verbalmente.

Objetivo: fazer com que a o comportamento dos técnicos melhore e não interfira negativamente no jogo, fazendo com que ele se torne mais agilizado com a nova regra. A mudança também vem para padronizar os critérios de punição e tornar pública a penalidade em relação aos técnicos. 

5. VANTAGEM NO CARTÃO AMARELO E VERMELHO

Os juízes não precisarão parar a jogada para aplicar cartão amarelo ou vermelho quando o time cobrar a falta rapidamente para criar uma situação clara de gol. Ele pode deixar seguir e aplicar o cartão depois.

Objetivo: tornar o jogo mais justo e agilizado.

6. PARA LONGE DA BARREIRA

Se o time que for defender a cobrança formar uma barreira de 3 pessoas ou mais, os jogadores da equipe adversária deverão ficar a pelo menos 1 metro de distância. Se ficarem mais perto que isso, o time adversário ganhará tiro livre indireto. Antes, não havia nenhuma regra do tipo.

Objetivo: evitar as confusões e empurrões que acontecem antes das jogadas e agilizar o processo. 

7. TIRO DE META

Quando der o tiro de meta, o goleiro poderá passar a bola a um jogador do seu time, mesmo com ela dentro da grande área. Antes da nova regra, a bola tinha que ultrapassar o espaço marcado para voltar ao jogo. O adversário deverá permanecer fora da área, esperando a bola retornar para disputa, não havendo marcação cerrada na saída de bola.

Objetivo: a medida torna o reinício da partida mais dinâmico. 

8. BOLA AO CHÃO

Não terá mais disputa da bola ao chão. A jogada será sempre do último jogador que tocou na bola. Se a paralisação for dentro da área, a bola é do goleiro. Antes da mudança, ela era disputada pelos jogadores, o que gerava conflito e nem sempre era justo. As equipes usavam o “fair play” de forma enganosa, porque normalmente devolviam a bola no campo de defesa do adversário.

da equipe da arbitragem. Se a bola bater em uma dessas pessoas e depois entrar no gol ou iniciar um ataque promissor ou, ainda, se mudar a posse de bola de um time para o outro, o árbitro vai paralisar o jogo e dar bola ao chão. Ou seja, ela vai ser do último time que a tocou. Antes o jogo só seguia.

Objetivo: evitar confusões na disputa de bola e injustiças, além de agilizar a partida. 

9. COBRADOR DE PÊNATI

Antes o cobrador de pênalti que se lesionava, era obrigado a esperar o reinício do jogo. Agora, ele poderá ser atendido em campo e, em seguida, bater o pênalti.

Objetivo: tornar mais justo. 

10. COMEMORAÇÃO

As comemorações podem levar cartão amarelo mesmo se o gol for anulado. Antes havia um pouco de dúvida sobre essa situação, agora a regra está confirmada.

Objetivo: definir e esclarecer a regra. 

11. ARREMESSO LATERAL OU RECUO DE BOLA PARA O GOLEIRO

Se ao receber a bola de um arremesso lateral ou recuo de bola, o goleiro errar o chute ou não acertar a bola, ele agora poderá pegá-la com as mãos. Antes isso não era permitido.

Objetivo: promover justiça. 

12. PÉ NA LINHA DO GOLEIRO EM PENALTI

No momento da cobrança de pênalti, o goleiro deverá estar com pelo menos um pé na linha de fundo. Antes não havia um critério certo, o que acabava deixando a punição a critério do árbitro.

Objetivo: evitar incoerências e interpretações sem critério no adiantamento de goleiros, promovendo mais justiça no jogo. 

E… fim de partida! Essas foram as 12 novas regras que a Ifab trouxe para o futebol internacional se atualizar e tornar cada jogo ainda mais emocionante.

O que você achou delas? Conta para a gente aqui e não se esqueça de aproveitar o Brasileirão para dar aquela estudada no assunto! 

2019-05-09T12:58:52+00:009 de maio de 2019|Informativo|Comentários desativados em Conheça as 12 novas regras do futebol!